O Secretário do Estado na província do Niassa, Diniz Vilanculo, lançou, ontem, na cidade de Lichinga, a primeira pedra para a construção do edifício, onde funcionará a futura delegação provincial, naquele ponto do país, do Instituto Nacional das Comunicações de Moçambique-INCM. A Delegação Provincial do Niassa será a quinta depois das de Nampula, Tete, Sofala e Zambézia. 

1 Pedra

 

No edifício funcionarão todos os serviços administrativos e técnicos daquela Autoridade Reguladora do sector das comunicações. As áreas interna e externa do mesmo serão de 439 e 11.145 metros quadrados, respectivamente. 

Espera-se que empreiteiro conclua as obras sensivelmente dentro de 12 meses. Importa referir que, até este momento, a assistência do INCM à província do Niassa é feita através da Delegação Provincial de Nampula. 

“Congratulamo-nos com o INCM pela expansão das suas delegações e por ter contemplado a nossa província do Niassa com a construção deste edifício, principalmente neste momento em que o mundo e o nosso país, em particular, registam grandes avanços na área das telecomunicações e em todo o sistema das comunicações e informação”, declarou Diniz Vilanculo momentos depois de ter lançado a primeira pedra.

Vilanculo apelou ao empreiteiro da obra “a cumprir com o prazo constante do projecto, observando com rigor as especificações técnicas, para que a mesma tenha a qualidade desejada e resiliente a todos os fenómenos naturais”.

2 SE Lichinga

O Presidente do Conselho de Administração (PCA) do INCM destacou, na intervenção que antecedeu à do Secretário do Estado, que a prossecução das atribuições requer do INCM organização em  recursos humanos qualificados, recursos materiais, técnicos e tecnológicos adequados, e presença ao longo do território nacional à medida do crescimento das capacidades e condições económico-financeiras institucionais, tendo em vista responder eficazmente à demanda que vai sendo imposta pelos diversos processos de desenvolvimento económico do País.

Muchanga explicou-se que “é na conjugação destes condicionalismos que, da inicial implantação territorial em Delegações Regionais, o INCM passou à criação das Delegações Provinciais de forma gradual e consoante os indicadores de crescimento económico e demanda dos serviços do INCM”.

3 pca lichinga

 

O PCA do INCM destacou o facto de a província do Niassa, ser “destino turístico internacional resultante da Reserva de Niassa e de outras atracções turísticas e pela sua atractividade de investimento decorrente das suas riquezas agrícolas e minerais, chamou a atenção da necessidade de o INCM instalar uma Delegação Provincial para colocar os seus serviços mais próximos da demanda”.

No âmbito da expansão das redes de telecomunicações móveis, a cobertura das sedes distritais é de 100 por cento, postos administrativos – 70, localidades e povoações com densidade populacional até 500 habitações – 46. 

Américo Muchanga reiterou o compromisso de, afincadamente, se trabalhar para a expansão dos serviços de banda larga e melhoria da qualidade de serviço de telecomunicações na Província do Niassa, para que toda a população tire benefícios das oportunidades que os serviços de telecomunicações oferecem.

 

Onde estamos

Praça 16 de Junho nr. 340
Bairro da Malanga, 848 Maputo

mapa

Organizações Internacionais e Regionais

Outros Reguladores

Contacto

Sede: +258 21 227100

Cell: +258 82 328 3850 / +258 84 398 5951

Email: info@incm.gov.mz

Praça 16 de Junho nr. 340 - Bairro da Malanga, 848 Maputo